Governo vai investir R$ 4 milhões em estudos sobre o crack

Governo vai investir R$ 4 milhões em estudos sobre o crack

O crack é um entorpecente barato e cada vez mais acessível que leva o usuário ao vício rapidamente

O governo federal vai investir R$ 4 milhões em pesquisas sobre o crack. Os estudos deverão contribuir para orientar políticas públicas e promover o desenvolvimento de ações mais eficazes de prevenção e de combate à droga, além de estimular novas abordagens terapêuticas. Os ministérios da Saúde e da Ciência e Tecnologia e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançaram o edital para a aplicação do dinheiro nesta segunda-feira.

Ainda não existem estudos conclusivos a respeito do crack, mas estima-se haja cerca de 1 milhão de usuários no País. O edital prevê o financiamento de estudos sobre a droga, o perfil do usuário, os padrões de consumo, as vulnerabilidades e os modelos de intervenção.

De acordo com o gestor do projeto, Marcos Vinício Borges Mota, a chamada faz parte dos esforços do governo federal para solucionar um problema de saúde pública, pois o consumo da droga tem aumentado no Brasil, com graves consequências sanitárias e sociais.

O crack é um entorpecente barato e cada vez mais acessível que leva o usuário ao vício rapidamente. A fumaça produzida pela queima da pedra ao sistema nervoso central em segundos e o efeito dura de três a dez minutos. Depois disso, a sensação de euforia extrema é substituída pela depressão. A droga pode causar doenças pulmonares e circulatórias, além da destruição de neurônios.

Fonte: Terra, www.terra.com.br