Ganhador pode tirar seu  prêmio da Mega-Sena depois de greve

Ganhador pode tirar seu prêmio da Mega-Sena depois de greve

O concurso da Mega-Sena foi realizado em julho

A Caixa Econômica Federal admitiu, nesta quarta-feira (9), a possibilidade de pagar o prêmio de R$ 22.933.056,04 ao apostador de Ponta Grossa, que perdeu o prazo encerrado na terça-feira (8). De acordo com a assessoria do banco, caso o vencedor apareça, ele deverá procurar uma agência da Caixa no dia seguinte do término da greve dos bancários, ainda sem previsão de acabar.

O concurso da Mega-Sena foi realizado em julho. Na época, os números sorteados foram 01-08-17-44-46-53. O dinheiro poderia ter sido resgatado em qualquer agência da Caixa no Brasil, mas ninguém apareceu para reclamar o prêmio.

Na terça-feira, último dia do prazo, algumas pessoas apareceram para reclamar o prêmio. Uma delas em Ponta Grossa, cidade em que a aposta foi realizada. Contudo, o gerente analisou o bilhete e afirmou que era falso. O prêmio não foi pago.

Segundo as regras da Mega-Sena, os ganhadores têm 90 dias para fazer o resgate dos prêmios, independente do valor. Como ninguém apareceu no prazo previsto, a quantia deve ser destinada ao Tesouro Nacional e depois será revertida para o Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior (FIES).

Apesar da greve, a Caixa pede ainda que o possível ganhador procure uma agência. Em muitas delas, os gerentes continuam trabalhando e podem atender o sortudo.

Fonte: G1