Guido Mantega anuncia novo IPI para móveis e construção

Anúncio foi feito um dia após o anúncio do benefício para carros flex

 Medida vale até 31 de março para móveis e até junho para construção, diz. . O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira (15) a zeragem da alíquota do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para o setor de móveis. "Esperamos que seja repassado para os preços", disse o ministro.

Com a medida, o governo arrecadará R$ 217 milhões a menos. Segundo ele, o setor vem se recuperando da crise financeira internacional, que atingiu o país desde setembro do ano passado. "Vem se recuperando mais lentamente que o conjunto da indústria, pois é um setor que depende muito das exportações, que ainda não se recuperaram", explicou ele.

O ministro da Fazenda anunciou ainda uma prorrogação do IPI menor para os materiais de construção. Inicialmente, o benefício terminaria no fim deste ano. Entretanto, Mantega informou que o IPI mais baixo para este setor será mantido até o fim de junho do ano que vem. A medida, segundo ele, vale para os principais itens do setor. Entre eles: cimentos, tintas, vernizes, argamassas, banheiros, boxes, ladrilhos, revestimentos, vergalhões. Com isso, o governo deixará de arrecadar mais R$ 686 milhões.

Fonte: g1, www.g1.com.br