Meirelles nega mudanças devido ao ano eleitoral

Meirelles nega mudanças devido ao ano eleitoral

Presidente do banco ressalta importância da comunicação da instituição com sociedade

 O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse nesta sexta-feira (26), em discurso, que o calendário eleitoral não afeta as decisões da instituição. Meirelles falou durante a posse do novo diretor de Assuntos Internacionais do Banco Central, Carlos Hamilton Vasconcelos de Araújo.

- Enganam-se aqueles que esperam mudanças na conduta do BC em função do calendário cívico. Meirelles reforçou ainda que o banco se comunica com o mercado basicamente por meio de dois documentos, as notas das reuniões do Copom (Comitê de Política Monetária) e os relatórios de inflação.

- Esses documentos possuem a dimensão e a extensão necessária e suficiente para conter todas as informações necessárias para o diagnóstico do BC, bem como os critérios e lógica de suas decisões.

O presidente reforçou que a sociedade deve ter contato com esses documentos, e não se pautar apenas na interpretação de analistas de mercado e jornalistas. - Nesse contexto, é importante que a sociedade procure analisar os documentos, bem como pronunciamentos de autoridades monetárias pelo que está escrito ou dito e não pela interpretação de agentes, analistas ou jornalistas.

A indicação de Hamilton havia sido feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e foi aprovada na última quarta-feira (24) pelo plenário do Senado. A aprovação recebeu 32 votos favoráveis e 12 contrários .O cargo era ocupado por Maria Celina Berardinelli Arraes. Carlos Hamilton Vasconcelos de Araújo nasceu em Sobral (CE), é engenheiro civil, formado pela Universidade Federal do Ceará, e doutor em economia pela Fundação Getúlio Vargas. Ele é funcionário de carreira do Banco Central desde 1992 e ocupou diversos cargos, entre eles o de chefe da Mesa de Operações e do Departamento de Pesquisa.

Fonte: R7, www.r7.com