IBGE revisa cálculo e economia é maior do que foi divulgada antes

IBGE revisa cálculo e economia é maior do que foi divulgada antes

O novo dado foi informado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (30).

Após revisões no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todas as riquezas produzidas no país, o crescimento da economia brasileira foi maior do que o divulgado inicialmente. A alta em comparação ao ano anterior passou de 2,3% para 2,5%.

O novo dado foi informado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (30).

A alteração se deve à mudança na Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física (PIM-PF), que passou a incorporar novos produtos, como tablets e biodiesel, e perder outros. O número de produtos pesquisados passou de 830 para 944.

O setor industrial responde por cerca de 15% do PIB, de acordo com o órgão.

?Mesmo com essa reformulação da PIM-PF, as explicações para o crescimento de 2013 continuaram inalteradas. Teve uma mudança pequena nos dados, mas não mudou em nada a lógica?, afirma Rebeca Palis, gerente de Contas Trimestrais do IBGE.

Segundo a revisão, o resultado do PIB no quarto trimestre do ano passado ficou em 0,4%, em comparação com os meses de julho a setembro. No reportado inicialmente, o avanço havia sido de 0,7%.

Em relação ao crescimento do terceiro trimestre de 2013, a taxa foi revisada de -0,5% para -0,3%. Quanto ao segundo trimestre, o número passou de 1,8% para 1,6%. No primeiro, era 0,0% e passou a ser 0,4%.

Em relação ao mesmo período no ano anterior, o quarto trimestre de 2013 registrava alta de 1,9% e passou a apresentar 2,2%. No terceiro trimestre, era de 2,2% e passou a ser 2,4%. Já no segundo, era 3,3% e mudou para 3,5%.

Mais mudanças

Além da modificação da Pesquisa Industrial Mensal, o PIB está passando por uma mudança metodológica maior para o cálculo anual, que deve ser divulgada em 2015.

?Mais revisões podem acontecer. Sempre que você tiver uma pesquisa importante, você vai ter revisões. Então, o que a gente está fazendo agora é a revisão da PIM [Pesquisa Industrial Mensal da Produção Física], nós fizemos ano passado a revisão da PMS [Pesquisa Mensal de Serviços] e os argumentos são exatamente os mesmos. É uma rotina quando você tem uma pesquisa nova para entrar e não tem sentido você deixar fora do sistema vigente, do sistema trimestral, uma informação nova?, afirmou Roberto Luís Olinto Ramos, coordenador da Coordenação de Contas Nacionais do IBGE, em abril de 2014.

O instituto diz que tem uma rotina de alterações nas pesquisas a cada dez anos.

Resultados de 2014

A economia brasileira teve expansão moderada no ínicio de 2014 ao registrar avanço de 0,2% no primeiro trimestre em relação aos três meses anteriores, com destaque para o desempenho da agropecuária. O número foi divulgado pelo IBGE nesta sexta-feira.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, o crescimento do PIB foi de 1,9%. No acumulado em quatro trimestres encerrados no primeiro trimestre de 2014, a atividade doméstica cresceu 2,5%.

Fonte: G1