IBGE: Produção da indústria se desacelera e cai 2,1% em janeiro

Nos últimos 12 meses, a indústria acumulou uma queda de -0,2%.

Passada a reação de dezembro, a produção da indústria caiu 2,1% em janeiro na comparação livre de influências sazonais (típicas de cada período com dezembro), informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (7).


IBGE: Produção da indústria se desacelera e cai 2,1% em janeiro

A retração da indústria em janeiro é a mais intensa desde dezembro de 2008, quando o país vivia o auge da crise global detonada naquele ano e que atingiu em cheio a indústria e especialmente os setores voltados ao mercado externo (mineração, agroindústria e outros). Naquele mês de 2008, a produção havia despencado 12,2%.

No último mês de 2011, o setor havia registrado expansão de 0,9% (dado revisado hoje para 0,5%) em relação a novembro. Na comparação com janeiro de 2011, a produção industrial registrou queda de -3,4% no primeiro mês de 2012.

O indicador de nível de atividade do setor fabril fechou 2011 com alta de 0,3%. O resultado foi bem mais modesto que o forte crescimento de 10,5% de 2010 --inflado pela recuperação pós-crise global de 2008-2009.

Nos últimos 12 meses, a indústria acumulou uma queda de -0,2%.

De dezembro para janeiro, foram destaques os desempenhos negativos dos ramos de veículos (-30,7%), equipamentos médicos e hospitalares (-26,3%) e indústria extrativa (-8,4%).

Já as altas mais significativas ficaram com edição e impressão (9,9%), máquinas e equipamentos (4,5%) e refino de petróleo e álcool (4,8%).

Por categorias de uso, os piores resultados foram registrados por bens de capital (-16%), bens intermediários (-2,9%) e bens duráveis (-1,9%).

Apenas os bens semi e não duráveis tiveram crescimento (de 0,7%) de dezembro para janeiro.

Fonte: Folha.com