IGP-M tem primeira deflação desde 2006

A metodologia aplicada na apuração do IGP-M é a mesma do IGP-10 e do IGP-DI

O IGP-M (?ndice Geral de Pre?os Mercado) teve defla??o de 0,32% em agosto, queda acentuada em rela??o a julho, quando houve infla??o de 1,76%. Foi o menor ?ndice desde abril de 2006, quando houve defla??o de 0,42%. No ano o ?ndice acumula alta de 8,35% e nos 12 meses at? agosto, a alta acumulada ? de 13,63%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira.

A metodologia aplicada na apura??o do IGP-M ? a mesma do IGP-10 e do IGP-DI usados no reajuste, por exemplo, de contratos de aluguel, tamb?m apurados pela FGV, com a ?nica diferen?a de ter um per?odo de coleta diferente. O IGP-M ? calculado com base nos pre?os coletados entre os dias 21 do m?s anterior e 20 do m?s de refer?ncia.

O IPA (?ndice de Pre?os por Atacado (IPA) teve defla??o de 0,74%, contra infla??o de 2,20% em julho. O ?ndice relativo aos Bens Finais subiu 0,32% neste m?s, contra 0,38% em julho, com a contribui??o do subgrupo alimentos processados (de 1,23% para 0,39%). Exclu?dos os subgrupos alimentos in natura e combust?veis, o ?ndice desacelerou para alta de 0,26%, contra 0,50% um m?s antes.

O ?ndice referente ao grupo Bens Intermedi?rios subiu 1,28%, menos que os 2,51% de julho, com a contribui??o do subgrupo materiais e componentes para a manufatura (de 2,16% para 0,28%). Exclu?do o subgrupo combust?veis e lubrificantes para a produ??o, houve alta de 1,26%, contra 2,41% em julho.

O ?ndice de Mat?rias-Primas Brutas teve defla??o de 4,71%, contra alta de 3,78% um m?s antes, com destaque para os itens soja em gr?o (9,38% para -13,32%), milho em gr?o (11,64% para -11,46%) e bovinos (7,59% para -0,68%). J? os itens arroz em casca (-4,17% para -0,11%), cana-de-a?car (-1,01% para 1,39%) e laranja (-6,17% para 5,06%) tiveram alta.

O IPC (?ndice de Pre?os ao Consumidor) subiu 0,23% neste m?s, contra 0,65% um m?s antes, com destaque para a redu??o nos pre?os do grupo Alimenta??o (1,41% para -0,46%), com os itens carnes bovinas (6,29% para -0,30%), hortali?as e legumes (-0,97% para -6,51%) e arroz e feij?o (5,11% para -1,65%).

Tamb?m desaceleraram os pre?os nos grupos Educa??o, Leitura e Recrea??o (0,34% para 0,03%), Transportes (0,23% para 0,18%) e Sa?de e Cuidados Pessoais (0,56% para 0,54%), com destaque para cursos formais (0,31% para 0,00%), g?s natural veicular (4,58% para 3,09%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (1,06% para 0,63%).

J? os grupos Habita??o (0,39% para 0,82%), Despesas Diversas (0,25% para 0,84%) e Vestu?rio (-0,19% para -0,16%) tiveram alta com os itens tarifa de telefone fixo residencial (de estabilidade para 2,46%), mensalidade para TV por assinatura (0,20% para 1,45%) e cal?ados (-0,09% para 0,57%).

O INCC (?ndice Nacional de Custo da Constru??o) subiu 1,27% em agosto, contra 1,42% em julho. Os grupos Servi?os (1,09% para 0,50%) e M?o-de-obra (1,27% para 0,25%) apresentaram desacelera??o; j? o grupo Materiais apresentou acelera??o, passando de 1,65% para 2,51%.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br