Inadimplência das empresas tem maior alta desde 2009, diz Serasa

Na análise por porte, a inadimplência das micro e pequenas empresas cresceu 23,8%, enquanto a das médias subiu 27,1%, e a das grandes, 15,2%.

A inadimplência das empresas cresceu 23,6% em maio na comparação com igual mês no ano passado, a maior alta registrada na variação anual desde julho de 2009, durante a crise econômica mundial, de acordo com os dados da Serasa Experian divulgados nesta segunda-feira.

Na análise por porte, a inadimplência das micro e pequenas empresas cresceu 23,8%, enquanto a das médias subiu 27,1%, e a das grandes, 15,2%.

Já no comparativo com abril, houve avanço de 16,2%. No acumulado de janeiro a maio, ante o mesmo intervalo em 2010, o crescimento foi de 7,1%.

Segundo os economistas da Serasa, essa expansão se deve ao aumento nos juros e à desaceleração econômica, decorrentes da política monetária restritiva para controle da inflação, além do impacto do aumento dos preços nos custos e o crescimento na inadimplência do consumidor no caixa das empresas.

A perspectiva é que esses fatores continuem pressionando a liquidez das empresas, na opinião dos analistas.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br