Inadimplência do mês de agosto tem maior alta

Compras de alto valor durante Copa do Mundo influenciaram resultado.

A inadimplência do consumidor no país cresceu 11,5% em agosto na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo levantamento da Serasa Experiam divulgado nesta segunda-feira (13). Essa é a maior alta para meses de agosto desde 2005, de acordo com a pesquisa.

"O consumidor aproveitou a Copa do Mundo para comprar produtos de maior valor agregado, acabou acumulando dívidas e com isso não conseguiu honrar seus compromissos", analisou a empresa de informações de crédito.

Na comparação com o mês anterior, julho, a inadimplência teve alta de 1,8%. Já no acumulado do ano, o índice registra alta de 0,2% em relação ao intervalo de janeiro a agosto de 2009.

As dívidas com cartões de crédito e financeiras foram as principais responsáveis pelo crescimento da inadimplência, com alta de 5,9%.

Por valores, o cheque foi a modalidade de pagamento não honrado que registrou o maior aumento médio, de 32,7%, para R$ 1.235,18.

Perspectiva

Os economistas da Serasa Experian afirmam que os sinais de reaquecimento da economia neste terceiro trimestre, a continuidade de geração de empregos e a elevação da massa salarial deverão atenuar, ao longo dos próximos meses, a tendência de elevação da inadimplência do consumidor, permitindo que ela cresça num ritmo inferior à expansão do crédito, conforme vem ocorrendo nos últimos trimestres.

Fonte: g1, www.g1.com.br