Incerteza ameaça projetos turísticos no CE

Investidores dos mega resorts começam a enfrentar o desaquecimento econômico da Área do Euro

A crise dos mercados interbanc?rios e a recess?o nas principais economias mundiais ir?o respingar nos projetos tur?stico-residenciais previstos para o litoral cearense. Depois de amargarem demora na libera??o de licen?as ambientais, os investidores dos mega resorts come?am a enfrentar o desaquecimento econ?mico da ?rea do Euro, sobretudo em Portugal, na Espanha e no Reino Unido. Em busca de parceiros, alguns est?o incertos quanto aos prazos de conclus?o previstos dos empreendimentos.

De acordo com Jorge Chaskelmann, diretor de projetos do Aquiraz Riviera, o recrudescimento da crise norte-americana refletiu negativamente na Europa, que j? vinha sentindo recess?o. ?As constru?es civil e imobili?ria em Portugal, Espanha e Inglaterra est?o paradas. As conjunturas internacionais, muitas vezes, p?em o mundo em polvorosa?, resume o executivo portugu?s.

Para o secret?rio adjunto de Turismo do Cear?, Osterne Feitosa Neto, como destino tur?stico e de investimentos, o Estado n?o tem como se esquivar dos reflexos da crise. ?O mundo todo est? sofrendo j? h? algum tempo. Os americanos sofrem h? um ano?. Ele diz que a alta no pre?o do petr?leo e todo e qualquer fator que afete a capacidade de compra das pessoas tem efeito sobre a atividade.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br