Inflação acelera e preços têm alta de 0,25%

Nos últimos 12 meses, a queda nos preços é menos acentuada (0,65%) O IPA (Índice de Preços por Atacado) registrou variação de 0,29% em setembro

 O IGP-DI (Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna) apresentou variação de 0,25%, em setembro, segundo os dados da FGV (Fundação Getulio Vargas) divulgados nesta terça-feira. Em agosto, houve estabilidade nos preços pesquisados (0,09%). Entre janeiro e setembro, no entanto, ainda há deflação de 1,35%.

Nos últimos 12 meses, a queda nos preços é menos acentuada (0,65%) O IPA (Índice de Preços por Atacado) registrou variação de 0,29% em setembro, ante 0,07% no mês anterior. O índice relativo a bens finais subiu 0,70%, com a principal contribuição vindo de alimentos processados, cuja taxa passou de -0,58% para 2,52%

. A taxa desse subgrupo, após a exclusão de alimentos in natura e combustíveis, teve variação de 0,75%. Nos preços dos bens intermediários, houve acréscimo de 0,53%, em setembro, ante 0,38% em agosto. A aceleração ficou por conta do subgrupo materiais e componentes para a construção, cuja taxa passou de 0,05% para 0,60%. Na análise por itens, os destaques foram: minério de ferro (-7,07% para -2,29%), arroz em casca (-2,35% para 5,23%) e cana-de-açúcar (1,45% para 3,33%).

No sentido oposto: leite in natura (1,02% para -5,46%), aves (-2,05% para -6,90%) e soja em grão (-0,23% para -1,68%). O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) teve variação de 0,18% --inferior à de agosto (0,20%). Duas das sete classes de despesa apresentaram decréscimos: alimentação (0,40% para -0,11%), principal responsável pela desaceleração, e educação, leitura e recreação (-0,01% para -0,02%). Completando os componentes do IGP-DI, o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) registrou, em setembro, variação de 0,15%, ante deflação no mês anterior (0,05%). Apenas o grupo materiais e equipamentos teve acréscimo em sua taxa de variação, passando de -0,38% para 0,15%.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br