Inflação do aluguel acumula alta de 5,42% em 12 meses após duas prévias

Na 2ª prévia de junho, IGP-M ficou em -0,64%; na de julho, caiu a -0,51%

O Índice Geral de Preços ? Mercado (IGP-M), conhecido como a inflação do aluguel, porque é usado para reajustar a maioria dos contratos de locação, acumula avanço de 5,42% em 12 meses, de acordo com a segunda prévia de julho divulgada pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Na segunda semana do mês, o IGP-M mostrou deflação de 0,51%, menor que a registrada no mesmo período de junho, quando ficou em 0,64%.

Os preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), usado no cálculo do IGP-M, recuaram 0,94%, depois de caírem 1,33% em junho. Houve queda de 2,04% no preço dos produtos agropecuários, e de 0,52% no dos industriais.

Para o consumidior, a inflação foi menor. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), também utilizado no cálculo do indicador, registrou variação de 0,14%, ante 0,28%, no mesmo período do mês anterior. Dos oito grupos de gastos, sete registraram taxas menores. A principal contribuição partiu dos preços de roupas (0,44% para -0,49%).

Fonte: G1