Inflação do aluguel tem queda em dezembro, mas sobe 5,1% no ano

Em dezembro, o IPA recuou 0,48% em dezembro, enquanto o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,71%

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) apresentou deflação de 0,12% em dezembro, depois de subir 0,50% em novembro, segundo informou nesta quinta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). No entanto, entre janeiro e dezembro de 2011, o índice amplamente utilizado para correção de contratos de aluguel fechou com alta de 5,10%, menos da metade do salto de 11,32% registrado em 2010.

Essa forte desaceleração se deveu à menor inflação no Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que representa 60% do IGP-M e que em 2011 subiu 4,34%, contra acréscimo acumulado em 2010 de 13,90%. Em dezembro, o IPA recuou 0,48% em dezembro, enquanto o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,71%. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve alta de 0,35% neste mês.

Entre os preços ao consumidor, a maior influência negativa foi do grupo Alimentação, que acelerou a alta de 0,52% em novembro para 1,24% em dezembro. Os itens que mais influenciaram a taxa desta classe de despesa foram: carnes bovinas (1,95% para 5,36%), frutas (0,72% para 4,37%) e panificados e biscoitos (0,08% para 1,56%).

Confira os itens que mais pesaram no índice em dezembro:

Mamão da Amazônia (papaya): 36,29%

Alcatra: 6,97%

Tarifa de eletricidade residencial: 1,02%

Gasolina: 1,02%

Contrafilé: 6,99%

Confira os itens que ficaram mais baratos em dezembro:

Batata‐inglesa: ‐12,19%

Tomate: ‐7,55%

Limão: ‐9,16%

Leite tipo longa vida: ‐1,42%

Alho: ‐6,60%

Fonte: Terra, www.terra.com.br