Inflação do aluguel desacelera em abril

O IPA industrial registrou variação negativa de 0,02%, após alta anterior de 0,89%

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), bastante utilizado para correção de contratos de aluguel, subiu 0,27% na primeira prévia de abril, contra alta de 0,95% em igual período de março, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta segunda-feira. O resultado foi puxado por menores custos no atacado e no varejo.

Entre os componentes do IGP-M, o Índice de Preços por Atacado (IPA) teve aumento de 0,13% nesta leitura, ante elevação de 1,22% na anterior. O IPA agrícola aumentou 0,6% na primeira prévia de abril, abaixo do salto de 2,27% na leitura de março.

O IPA industrial registrou variação negativa de 0,02%, após alta anterior de 0,89%. As principais quedas individuais de preços no atacado foram de farelo de soja, laranja, soja em grão, açúcar cristal e álcool etílico anidro.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) também desacelerou a alta, para 0,28% agora, contra avanço de 0,43% antes. Apesar de um avanço ligeiramente superior dos preços do grupo Alimentação - 1,01% nesta leitura ante 0,96% na anterior-, Habitação e Educação tiveram altas menores, enquanto os custos de Transportes passaram de alta de 0,6% para recuo de 0,63%.

As maiores quedas individuais de preços no varejo foram de álcool combustível, manga, gasolina, laranja lima e calça comprida feminina.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 1,12% na primeira leitura de abril, contra variação positiva de 0,45% no dado do começo de março. A pressão veio do item mão de obra, com elevação de 1,73% agora, ante 0,24% antes.

Fonte: Terra