Inflação do aluguel sobe bem menos no início do mês de maio, informa FGV

IGP-M passou de 0,72% na mesma prévia de abril para 0,06%

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), conhecido como a inflação do aluguel, por ser usado para reajustar a maioria dos contratos de locação, teve forte desaceleração na primeira prévia de maio, quando comparado com o do mesmo período do mês anterior. A variação passou de 0,72% para 0,06%.

No acumulado em 12 meses, o indicador tem alta de 8,04% e, no ano, de 3,41%, segundo divulgou nesta sexta-feira (9) a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Usado no cálculo do IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede os preços no atacado, registrou queda de 0,28% depois de avançar 0,80% na primeira prévia de abril.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que avalia os preços no varejo e é utilizado para calcular o IGP-M, também registrou variação menor, de 0,65% para 0,64%, com metade das classes de despesa apresentando taxas menores. A maior contribuição partiu da variação de preços do grupo alimentação (de 1,07% para 0,73%).

Também usado para calcular a inflação do aluguel, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou variação de 0,92%, acima do resultado do mês anterior, de 0,35%.

Fonte: G1