"Inflação do aluguel" tem queda na 2ª prévia do mês, aponta FGV

O IPA agrícola passou para o negativo, cedendo 1,16% ante alta anterior de 1,2%

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), bastante utilizado para a correção de contratos de aluguel, voltou a registrar deflação em meados de julho, influenciado pelos preços no atacado, em particular os produtos agrícolas. O indicador caiu 0,27% na segunda prévia de julho - que mediu a variação dos preços entre 21 de junho e 10 de julho, ante alta de 0,07% em igual período de junho, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta terça-feira.

Entre os componentes do IGP-M, o Índice de Preços por Atacado (IPA) caiu 0,56% nesta leitura, depois de cair 0,21% no mesmo intervalo do mês passado.

O IPA agrícola passou para o negativo, cedendo 1,16% ante alta anterior de 1,2%. O IPA industrial recuou em ritmo menor, em 0,37% ante declínio de 0,67% na leitura anterior.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) teve alta de 0,25% em meados de julho, acima do avanço anterior de 0,15%.

Os custos do grupo alimentação reverteram a queda de 0,36% para uma elevação de 0,33%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) aliviou a alta de 1,72% para um acréscimo de 0,33%.

Fonte: Invertia, www.invertia.com.br