INSS erra na emissão de informe nos rendimentos dos aposentados

INSS erra na emissão de informe nos rendimentos dos aposentados

O documento, referente aos ganhos do ano passado, é necessário para a declaração do Imposto de Renda.

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) errou na emissão dos informes de rendimentos de aposentados.

O documento, referente aos ganhos do ano passado, é necessário para a declaração do Imposto de Renda.

O instituto informou que corrigiu os erros no dia 5 de março, mas quem pegou o informe antes dessa data, deve ficar atento aos dados.

O erro atingiu 460 mil segurados que recebem até R$ 1.710,78 e têm mais de 65 anos. Os aposentados prejudicados pelo problema são isentos do IR se o benefício for a única renda.

Em outros casos, porém, eles podem ser obrigados a fazer a declaração à Receita Federal. Se tiverem, por exemplo, rendimentos isentos acima de R$ 40 mil terão que declarar. O mesmo vale para quem tem bens que somem mais de R$ 300 mil.

Nesses casos, ter em mãos um informe de rendimentos com os dados corretos será imprescindível. Quem consta como dependente na declaração do marido, da mulher ou dos filhos também precisa checar se tem o informe correto, pois seus rendimentos estarão nessa declaração.

Os erros podem levar à malha fina do Imposto de Renda.

Segundo o INSS, quem está com o informe com erro deve ir até uma APS (Agência da Previdência Social) e pedir a correção do documento.

Para checar se está tudo certo com o informe, o segurado deve observar que o valor em "Rendimentos Isentos e Não Tributáveis" não pode ultrapassar R$ 22.240,14. Pela regra a Receita Federal, os aposentados com mais de 65 anos pagam menos IR.

O limite, neste ano, é de R$ 22.240,14. O que passar disso, poderá ser tributado.

FIQUE ATENTO AO LIMITE

O aposentado com 65 anos ou mais pagam menos IR.

Essa vantagem só vale, no entanto, para uma única fonte de renda -seja ela o benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ou aqueles pagos por Estados, prefeituras ou pela previdência privada.

Neste ano, estão obrigados a declarar o IR os contribuintes que tiveram renda de até R$ 25.661,70.

Fonte: Folha