IR 2014: confira os documentos mais importantes para fazer a declaração

Cerca de 27 milhões de pessoas têm até 30 de abril para entregar a declaração

A partir desta quinta-feira (6), os contribuintes deverão acertar as contas com o Leão. Todos que receberam mais de R$ 25.661,70 em 2013 estão obrigados a fazer a declaração do IR (Imposto de Renda) neste ano. Fique atento aos documentos necessários para a declaração.

De acordo com o consultor tributário da IOB Folhamatic EBS, Antonio Teixeira, o contribuinte deve ter em mãos os documentos gerais ? CPF, título de eleitor, comprovante de endereço e cartão do banco para informar o número da agência e da conta para restituição ou débito.

? Além disso, é bom ter uma cópia da declaração do IR 2013, que facilitará o preenchimento da declaração deste ano. O programa importa dados parciais da declaração do IR 2013. É só conferir e complementar.

Leia mais notícias de Economia

Informes

Outro documento importante para o preenchimento da declaração é o informe de rendimento. Segundo o especialista em Imposto de Renda da Crowe Horwath Macro, Daniel Nogueira, o contribuinte deve ter em mãos todos os informes de rendimentos que tenha recebido referentes ao ano-calendário de 2013.

Os bancos tinham prazo até 28 de fevereiro para entregar o documento com os saldos das contas bancárias e os rendimentos das aplicações financeiras de seus clientes.

Teixeira afirma que é necessário declarar todas as contas bancárias, ainda que todas sejam da mesma instituição financeira. O contribuinte que não tem Internet Banking pode obter o documento no caixa eletrônico ou na boca do caixa.

As empresas também tinham o mesmo prazo para entregar o informe de rendimento a seus funcionários.

Deduções

Para quem tiver deduções de educação a fazer, é preciso separar recibos e notas fiscais das despesas. Esses documentos são válidos tanto para os contribuintes quanto para seus dependentes.

Receita libera download de programa para declaração do IR 2014

Pode ser considerada despesa com educação os gastos com escola, faculdade, pós-graduação e ensino técnico. É fundamental guardar o comprovante de todos os meses, contendo o nome e o CNPJ da instituição de ensino.

Em relação às despesas médicas e odontológicas, os recibos e as notas fiscais devem conter a razão social da empresa ou o nome completo do profissional, seu CNPJ ou CPF, o endereço do estabelecimento, o serviço realizado, bem como o nome completo do paciente e o valor. Isso é válido para consultas, internações, gastos com plano de saúde, exames e outras despesas com saúde, de modo geral.

Quem tem empregada doméstica com carteira assinada também pode fazer a dedução das contribuições previdenciárias. Para isso, precisa ter o carnê do INSS ou o comprovante online (para quem paga pela internet).

Outros comprovantes

O consultor tributário afirma que o contribuinte também deve ficar atento aos comprovantes de aluguel, ?tanto para quem mora de aluguel, quanto para o proprietário que recebe a renda dos aluguéis?.

Comprovantes de compra e venda de ações também entram na declaração, inclusive com a apuração mensal do imposto, além da informação de outros bens, como carros, e outras rendas recebidas em 2013, como heranças, doações, resgate do FGTS e indenização por ação judicial.

Confira abaixo uma lista com os principais documentos.


IR 2014: veja os documentos mais importantes para fazer a declara鈬o

Fonte: r7