Itália sorteia hoje prêmio de R$ 291 milhões

Daniele Maraschi, barman do San Lorenzo, no Corso di Porta di Ticinese, perto do centro de Milão

A loteria italiana SuperEnalotto está com um prêmio acumulado de 109,9 milhões de euros (cerca de R$ 291 milhões), depois de várias semanas sem ganhador, fato que vem criando uma febre de compra de bilhetes para concorrer ao maior prêmio da história na Itália.

"Acabo de apostar 2 euros. Não costumo jogar no SuperEnalotto. Estou jogando por causa do prêmio acumulado", disse Luca Poerio, depois de fazer sua aposta no bar Caffe San Lorenzo, ao lado da butique de Milão onde ele trabalha. O sorteio ocorre nesta quinta-feira (30).

Daniele Maraschi, barman do San Lorenzo, no Corso di Porta di Ticinese, perto do centro de Milão, contou que o prêmio enorme vem atraindo apostadores não habituais. "Eles gastam 2 euros cada. Há mais pessoas apostando com menos dinheiro."

"Quando o prêmio é muito grande, é isso o que acontece. Estou com muitos clientes novos graças ao SuperEnalotto."

O SuperEnalotto é administrado pela empresa Sisal SpA, pertencente a um fundo de participações acionárias. A aposta mínima é de 1 euro, e escolhe-se uma combinação de seis números. O jogo compete nos bares com outros como o Lottomatica, com cartões de raspadinha.

Desde o início do ano, apostadores já gastaram 1,657 bilhão de euros em bilhetes do SuperEnalotto, desembolsando a média de 2,72 euros cada, e a Sisal gastou 530 milhões de euros em prêmios, revelou a empresa.

Em julho foram apostados 393 milhões de euros, ou 14 milhões de euros por dia, segundo a agência de notícias especializada Agipro.

O mais recente prêmio acumulado é o maior nos 11 anos de história do SuperEnalotto, superando o recorde anterior de 100,7 milhões de euros, pagos no ano passado, informou a Sisal.

Mas o prêmio acumulado atual ainda está longe de alcançar o maior da história, que, segundo o Livro Guinness de Recordes, foi o prêmio Powerball, dos EUA, de 365 milhões de dólares, conquistado em fevereiro de 2006 por oito empregados de uma fábrica de processamento de carne no Nebraska.

O prêmio recorde pago por uma loteria na Europa até hoje foi o de 126 milhões de euros ganhos por um apostador na Espanha na loteria Euromillions, em 8 de maio.

De volta ao Caffe San Lorenzo, em Milão, o barman Maraschi não prevê uma grande comemoração se um de seus clientes for o vencedor. "Dois anos atrás, uma pessoa que comprou o bilhete aqui ganhou 50 mil euros com o SuperEnalotto. Até agora não sei quem foi."

Fonte: g1, www.g1.com.br