Itaú Unibanco anuncia nova redução de taxas de juros

Itaú Unibanco anuncia nova redução de taxas de juros

Há mudanças para pessoas físicas e micro e pequenas empresas



O Itaú Unibanco anunciou nesta sexta-feira (11) nova redução de juros para clientes que já recebem ou que transferirem seu salário para conta corrente do banco. A instituição financeira já havia anunciado quedas em abril.

No crédito pessoal, as taxas de juros caem de 2,45% a 6,70% ao mês para 1,99% a 4,94% mensais. No cheque especial, a menor taxa mensal, que era de 5,24%, cai para 3,50%. A taxa máxima caiu de 8,89% para 4,94% ao mês. O banco lembra que, nesta última modalidade, clientes Itaú Personnalité com maior relacionamento com o banco chegam a ter taxa de 1,95% ao mês.

Essas novas taxas passam a valer em 14 de maio.

No cartão de crédito a instituição também anunciou mudanças. As taxas do rotativo passam de 3,90% a 13,80% ao mês para 3,85% a 9,90% ao mês.

A compra parcelada com juros sofreu reduções de até 72%, e passa de taxas mensais de 1,99% a 13,80%, para 0,90% a 3,90%. No parcelamento da fatura do cartão de crédito, que operava com juros mensais de 2,45% a 6,70%, os clientes terão taxas de 1,99% a 4,94% ao mês. Para essas linhas, as novas taxas passam a valer em 16 de maio.

Em financiamento de veículos, o banco informa que a taxa mínima que foi reduzida para 0,99% ao mês no dia 23 de abril permanece, assim como a máxima, de 2,39% ao mês. Nos empréstimos consignados para beneficiários do INSS, permanecem a taxa mínima de 0,89% e a máxima de 2,20% ao mês, também reduzidas em abril.

Micro e pequenas empresas

Para micro e pequenas empresas, a taxa para giro com garantia de recebíveis em cartões passa a 1,10% ao mês, a partir de 14 de maio.

Caixa

Nesta sexta-feira, a Caixa também anunciou nova redução de taxas de juros para financiamento de veículos novos em concessionárias.

Na quinta-feira (10), a Caixa já havia anunciado redução nos juros para financiamento de veículos, porém apenas para clientes correntistas com relacionamento a partir de 90 dias. Nesse caso, a redução, de 0,89% ao mês a 1,55% ao mês para 0,89% ao mês a 1,26% ao mês, vale para compra de veículos novos, com cota de financiamento de até 70% do valor do bem.

Fonte: G1