Johnson e Johnson vai deixar de fabricar fraldas descartáveis

Johnson e Johnson vai deixar de fabricar fraldas descartáveis

Companhia atuava neste mercado desde a década de 70

A multinacional Johnson & Johnson anunciou nesta sexta-feira (11) que encerrou a fabricação e venda de fraldas descartáveis no Brasil. Segundo comunicado da empresa, na linha de produtos para bebês, ?o foco principal há alguns anos vem sendo os cuidados com a pele e o cabelo?.

Pioneira na fabricação e venda de fraldas descartáveis infantis no Brasil, a Johnson & Johnson atuava neste mercado desde a década de 70. Segundo a companhia, a produção e comercialização da Johnson?s Baby - única fralda que ainda era distribuída pela marca no mercado brasileiro - foi encerrada no mês passado.

Segundo a assessoria de impresa da Johnson & Johnson, o Brasil era o último mercado onde a empresa ainda fabricava fraldas em todo o mundo.

Confira a íntegra da nota da Johnson & Johnson:

"A vocação da Johnson & Johnson é desenvolver produtos que agregam ciência e tecnologia para saúde e bem-estar dos consumidores. No caso da categoria de produtos para bebês, o foco principal há alguns anos vem sendo os cuidados com a pele e o cabelo. De acordo com essa estratégia, a empresa finalizou a produção e comercialização de fraldas descartáveis no Brasil, em abril de 2012", informou a companhia, em comunicado.

"Há quase 80 anos no Brasil, a Johnson & Johnson ajuda a desenvolver a categoria de produtos para bebês, estabelecendo uma parceria de carinho e cuidado com os milhares de mães, pais e cuidadores que utilizam os produtos da linha. Nossa missão é manter essa relação de confiança e oferecer ao consumidor brasileiro produtos suaves e puros para os bebês".

Fonte: G1