País quer gerar energia com onda do mar, fruto de parcerias entre furnas

Projeto na Ilha Rasa poderá alimentar 200 casas; objetivo é abastecer as plataformas do pré-sal

Uma parceria entre Furnas, estatal responsável por 10% da geração de energia elétrica do Brasil, Coppe/UFRJ (instituto de pós-graduação e pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro) e a Seahorse Wave Energy, empresa nascida na incubadora da Coppe, está dando o passo inicial na geração de energia elétrica a partir de ondas do mar, o que deverá ocorrer na próxima década se estudos iniciados agora derem o resultado esperado.

Com o início das operações do primeiro protótipo, que será operado pela Marinha, previsto para 2015 na Ilha Rasa, em frente à praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, a tecnologia 100% brasileira é o início de um ambicioso projeto de Furnas para atender as plataformas de petróleo. O primeiro equipamento a ser instalado lembra uma seringa com 4,5 m de diâmetro e movimento vertical de seis em seis segundos, no ritmo das ondas, dentro de uma coluna de concreto cravada no fundo do oceano. A tecnologia é própria para perto da costa ("nearshore")

As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Fonte: Terra