Sem alta da gasolina, Petrobrás gasta R$ 900 milhões por mês,informa jornal

Conforme a publicação, a presidente Dilma Rousseff está decidida a autorizar o reajuste

A demora na autorização de um novo reajuste de preços para a gasolina e o óleo diesel no País deve provocar um gasto adicional para a Petrobrás de R$ 900 milhões por mês na importação, segundo dados do Itaú BBA publicados no jornal Estado de S.Paulo desta quarta-feira.

Conforme a publicação, a presidente Dilma Rousseff está decidida a autorizar o reajuste, mas quer esperar que o câmbio e a inflação estejam sob controle para definir o aumento. O governo considera que a partir de agosto a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) voltará a subir e espera para definir o tamanho do reajuste.

Fonte: Terra