Lançamento de imóveis diminuem 13%

Lançamento de imóveis diminuem 13%

Setor manteve desempenho positivo graças ao aumento nas vendas em 2009

A quantidade de imóveis residenciais lançados em São Paulo no ano passado foi 12,7% menor que em 2008, segundo informações divulgadas nesta terça-feira (23) pela Secovi (sindicato da habitação) com base em dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio). Ao todo, foram lançadas, 30.128 unidades em 2009 contra 34.500 em 2008.

A retomada do setor, no entanto, já começou no final do ano passado. Os meses de novembro e dezembro juntos registraram mais lançamentos que a soma dos sete primeiros meses de 2009. Foram 10.142 unidades novas nos dois últimos meses do ano, contra 9.753 do primeiro semestre.

O aumento repentino dos lançamentos é encarado com prudência pelo setor, segundo o economista-chefe da Secovi, Celso Petrucci.

- A recente alta nos lançamentos pode ser atrelada a recuperação após meses seguidos de timidez. Já as vendas atingiram a tomada necessária durante o ano passado, confirmado que a confiança do consumidor está nos mesmos níveis do período pré-crise em 2008.

Mesmo com a diminuição dos lançamentos, as vendas do setor cresceram 9,1% em relação a 2008, superando as expectativas. Foram 35.832 unidades vendidas, contra 32.800 unidades comercializadas em 2008. O setor previa somente a venda de 33 mil.

Os analistas do setor atribuíram o resultado ao desempenho da economia, com a previsão de crescimento do PIB (soma das riquezas do país) em 5%, inflação controlada e expectativa de leve alta da taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 8,75% ao ano.

Fonte: R7, www.r7.com