Lojistas cautelosos com as promoções do Dia dos Namorados em THE

Empresários do setor evitam apostar em campanhas temendo desempenho

Faltando menos de um mês para o Dia dos Namorados, a maioria dos lojistas de Teresina ainda não entrou no clima da data que pode ajudar a recuperar os negócios nesta época de “vacas magras”.

O fraco desempenho nas vendas do Dia das Mães, reflexo do atual cenário econômico brasileiro, deixou os empresários mais cautelosos no investimento em estoque deste ano. A expectativa dos lojistas é que o comércio supere as vendas de 2014 e que a busca pelos presentes comece nesta semana.

O gerente de uma loja em Teresina, Bernardo Costa Melo, acredita na força do Dia dos Namorados, que é o terceiro melhor período de vendas no varejo, para a retomada dos negócios.

Para ele, a data se destaca por abranger todos os públicos, desde adolescentes a idosos. Por isso, a sua loja estará pronta nos próximos dias para receber os clientes que desejam aproveitar as promoções, apesar da crise ter afetado diretamente o setor.

“Devido a essa crise, a gente fica na incerteza se as pessoas irão realmente comprar ou não. Como a área de tecnologia vem crescendo nos últimos tempos, nossa aposta de presente serão os eletrônicos. Os preços estão acessíveis e as pessoas estão sempre ligadas nesse segmento de tablets, smartphones e computadores”, afirma.

Para driblar a tão temida crise, alguns empresários criaram estratégias que podem atrair os clientes desde cedo. A loja do empresário Leonardo Viana decidiu antecipar as promoções de todas as datas comemorativas, inclusive a do dia 12 de junho, data dos Namorados. Desde a semana passada, a loja está com a decoração de corações e balões vermelhos, com anúncios de grandes descontos em toda a loja.

“Nós resolvemos antecipar tudo, quando o cliente vê a ornamentação, escuta a música, as nossas promoções para a data, já se liga que está chegando o Dia dos Namorados, às vezes, até adianta o presente ou fica pensando no que vai comprar. Dessa forma, esperamos superar as vendas do ano passado”, explica.

Assim como no Dia das Mães, nenhum funcionário temporário será contratado. Segundo Leonardo Viana, o comércio ainda está se recuperando do fraco desempenho das vendas desde o começo de 2015.

Para evitar prejuízos, todos os empresários estão fazendo cortes de gastos. “Todos estamos receosos, mas a expectativa é boa, pois no Dia dos Namorados há a troca de presentes. Sempre as pessoas vão comprar um presente, mesmo sendo o mais barato”, comenta.

De acordo com Evandro Cosme, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Teresina (CDL), os comerciantes só devem promover o Dia dos Namorados somente no início de junho.

O motivo para o atraso são os custos com propagandas, pois as vendas só devem aquecer uma semana antes da data, por conta do tradicional costume do brasileiro em deixar tudo para a última hora.

“A expectativa é que o Dia dos Namorados consiga ultrapassar o ano passado. Sabemos que os lojistas investem nas campanhas promocionais para atrair a clientela exigente.

O varejo cresceu muito, o comércio é competitivo, temos desde pequenas lojas a grandes empresas nessa corrida. Com a mudança na economia, o comportamento de todos os consumidores muda e estamos nos adaptando”, explicou Evandro.

Fonte: Djalma Batista e Rhauan Macedo