Lojistas preparam seu estoque no comércio para Carnaval em THE

Lojistas preparam seu estoque no comércio para Carnaval em THE

Diante dos lucros minguados no final do ano, lojistas começam a preparar mercadorias para melhorar vendas no Carnaval

Após contabilizar o saldo de vendas de Natal e fim de ano, as lojas já começam a se preparar para outros eventos que vão movimentar o comércio na capital. A bola da vez é o Carnaval. A festa será celebrada só no começo de março, mas já existem lojistas preparando o estoque para organizar as prateleiras o quanto antes. No fim de janeiro e começo de fevereiro as lojas já devem estar repletas com adereços e acessórios carnavalescos.

O presidente do Sindicato de Lojistas, Luiz Antônio Veloso, explica que as vendas foram relativamente boas, mas ainda não dá para ter um número preciso, porque os resultados das pesquisas devem sair apenas em fevereiro. Mas ele percebe que houve um crescimento ainda que pequeno.

Segundo ele, os lojistas haviam previsto um crescimento entre 5 e 10%. Mas o presidente acredita que talvez o crescimento não ultrapasse os 5%

No Carnaval, é provável que as vendas cresçam e que o comércio ganhe novo fôlego puxado pelos setores de vestuário, adereços e fantasias.

?Acredito que vai haver crescimento no Carnaval, mesmo com estas medidas do governo de aumentar juros e IPI que se reflete no freio nas vendas, porque o crédito vai ficar mais restrito?, afirma, e aponta que haverá movimentação grande em torno do setor de bebidas e alimentos.

A gerente de uma loja de acessórios, Rosa Maria, explica que na loja em que trabalha ainda não há produtos no estoque e que as vitrines ainda não foram decoradas com motivos carnavalescos. Ela conta que a proprietária vai viajar neste mês de janeiro para selecionar os produtos mais atrativos para o Carnaval.

Além disso, ela adianta que ainda neste mês também serão escolhidos os produtos para a Copa do Mundo para que em fevereiro comecem a vender as novidades. A expectativa da gerente é que as vendas melhorem neste Carnaval.

Pois no Natal não foram tão boas. ?No fim de ano as vendas foram razoáveis. Teve uma queda com relação ao ano passado?, analisa.

A vendedora da loja, responsável pelo estoque e escolha de produtos, Maria Helena Vaz, tem boas expectativas, principalmente com o corso que já está chegando. Segundo ela, muitas pessoas buscam acessórios não só para fantasias, mas também para os caminhões e ela conta que a loja vai investir em painéis e materiais de decoração para os carros.

No estoque da loja existem algumas plumas e máscaras que ficam no estoque durante o ano inteiro, mas ainda não representam os produtos e a vendagem do Carnaval, que de acordo com Helena, aumentam em torno de 50%.

Fonte: Vicente de Paula