Lula diz que Brasil não pode ser vítima de ""cassino"" da economia dos Estados Unidos

O presidente disse que se reuniu nesta segunda com o ministro da Fazenda

Ao comentar a queda de mais de 10% na Bolsa de Valores de S?o Paulo nesta segunda-feira (19), ap?s o Congresso dos Estados Unidos rejeitar o socorro de US$ 700 bilh?es a bancos americanos, o presidente Luiz In?cio Lula da Silva disse que os pa?ses emergentes n?o podem ser vitimas do "cassino" que foi montado na economia daquele pa?s.

"Eles precisam ter responsabilidade porque os pa?ses emergentes e os pa?ses pobres que fizeram tudo para ter uma boa pol?tica fiscal, fizeram tudo para fazer a economia ter estabilidade, n?o podem agora ser v?timas do cassino que eles montaram na economia americana. N?o ? justo que pa?ses latino americanos, que pa?ses africanos, pa?ses asi?ticos paguem pela irresponsabilidade do sistema financeiro americano", disse Lula, que comparou o sistema dos Estados Unidos ao do Brasil.

"Aqui no Brasil, n?s temos, quando se trata de bancos de investimento, o banco n?o pode alavancar mais de dez vezes o seu patrim?nio l?quido. Nos Estados Unidos n?o tem limite".

O presidente disse que se reuniu nesta segunda com o ministro da Fazenda e que o governo est? tranq?ilo.

"N?s sabemos que a crise ? grave, n?s sabemos que vai diminuir o cr?dito no mundo mas n?s estamos seguros de que as nossas exporta?es continuam indo bem, nossa ind?stria continua crescendo, temos projetos importantes do PAC, temos projetos importantes de infra-estrutura que n?o vamos paralisar, vamos continuar porque o Brasil n?o vai jogar fora essa oportunidade depois de tantos anos esperando para crescer".

Lula disse que o Brasil n?o pode agora, em fun??o da crise americana, jogar fora as coisas que foram constru?das com tanto sacrif?cio.

"Est? na hora do Congresso americano e do governo americano assumirem a responsabilidade que lhes cabe nessa hist?ria. Ou seja, n?o permitir que a disputa pol?tico eleitoral que vai se dar em novembro prejudique a discuss?o do plano econ?mico. Eles criaram um rombo no sistema financeiro t?m que tapar esse buraco para deixar o mundo tranq?ilo. Ou eles assumem a responsabilidade de cobrir um rombo que eles permitiram que fosse criado ou eles v?o criar crise muito s?ria para o mundo inteiro".

Fonte: g1, www.g1.com.br