Atacadões: Maior diferença de preços foi de apenas R$ 2

Excepcionalmente, a checagem nos preços foi feita ontem.

Excepcionalmente, o levantamento de preços para a auditoria desta semana foi feito ontem. Os resultados mostraram variações moderadas de preços, até por conta do curto período entre um levantamento e o outro. Como destaque, tem-se o fato de que dois dos atacadistas apresentaram queda ? ainda que discreta ? na soma das mercadorias consideradas.

O Maxxi, com R$ 47,45 apresentou queda de 0,4% no somatório, o que, em reais foi de R$ 0,19. Esse fato, aliado à alta apresentada pelo Atacadão (R$ 48,25, + 4,3%, ou R$ 1,99 em relação aos preços da segunda-feira) fizeram com que o estabelecimento da Ladeira do Uruguai alcançasse a primeira posição, deixando o Atacadão em segundo.

Outro que apresentou queda de preços foi o Makro, com soma de R$ 48,43, configurando uma redução de 0,1% em relação ao começo da semana, ou seja, menos que R$ 0,50. O Carvalho Mercadão teve soma de R$ 49,87, com um acréscimo de 0,04% - ou seja, praticamente manteve todos os preços da segunda feira, com exceção do sabonete Palmolive 90g, que aumentou em apenas dois centavos.

As filas nos atacadistas continuam. Todo mundo quer garantir os estoques para o fim de ano, e os consumidores não perdem tempo na tarefa de aproveitar as ofertas. Pensando em aproveitar totalmente esse incremento na demanda, os lojistas estão divulgando amplamente seus novos horários especiais de funcionamento, ampliando as possibilidades de atendimento aos consumidores.

SUPERMERCADOS - Nesta semana, mais uma vez, dois supermercados tiveram seus totais diminuídos e dois elevados em relação à pesquisa feita no começo da semana. Na checagem dos preços dos produtos, o Extra ocupou a primeira colocação no ranking do supermercado com os itens mais baratos, alcançando o total de R$ 178,93 e registrou a menor taxa de varição percentual (- 3,96%).

Ocupando o segundo lugar está o Hiper Bompreço com um total de R$ 180,61 para os itens pesquisados. Em relação à variação percentual, este supermercado ficou em terceiro lugar (0,04%). Já o comercial Carvalho ficou com o segundo lugar da variação percentual, com um índice de -1,66% e ficou na terceira colocação para o total de itens pesquisados no valor de R$ 195,75.

O Pão de Açúcar continua em último lugar, tanto no posto de mais vantajoso no total dos itens pesquisados, com R$ 197,41, quanto na taxa de variação percentual (0,09%). Ou seja, o Pão de Açúcar está sendo o supermercado menos atrativo para o bolso do consumidor.











Fonte: Flávia Araújo e Dowglas Lima