Mais da metade ainda não fez a declaração do IR no PI

A Receita Federal estima que cerca de 200 mil contribuintes devem fazer a declaração este ano, no Piauí

Faltam apenas sete dias para o encerramento do prazo para declaração do Imposto de Renda e mais da metade dos piauienses ainda não prestaram contas com o leão.

A Receita Federal estima que cerca de 200 mil contribuintes devem fazer a declaração este ano, no Piauí, mas até agora apenas aproximadamente 97 mil prestaram contas ao fisco.

A entrega começou no dia 6 de março e se estende até 30 de abril deste ano. Quem perder o prazo está sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74. Quem deixou para a última hora, já deu início a uma verdadeira corrida para preparar toda a documentação necessária e não perder o prazo estipulado pela Receita.

O ideal é que se comece o quanto antes, pois muitas vezes, só no momento de iniciar a declaração é que se percebe a falta de documentos.

Diante disso, é necessário que se tenha tempo para ir atrás do que falta.

Neste ano, houve a correção da tabela e das deduções em 4,5%, estando obrigados a declarar os contribuintes que tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 25.661,70.

Também estão obrigados a declarar os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado.

A obrigação de declarar se aplica também àqueles contribuintes que passaram à condição de residentes no Brasil, em qualquer mês do ano passado, e que nesta condição se encontrassem em 31 de dezembro de 2013.

A apresentação do Imposto de Renda é obrigatória, ainda, para quem obteve, em qualquer mês de 2013, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Também deve apresentar a declaração quem tiver a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2013, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil.

Com relação aos rendimentos oriundos de atividade rural, é obrigatória a entrega da declaração para quem teve, no ano passado, receita bruta em valor superior a R$ 128.308,50.

É preciso ficar atento também às alterações com os limites de dedução. O limite anual de dedução por dependente passou a ser de R$ 2.063,64, enquanto que o limite de dedução de despesas com educação passou de R$ 3.091,35 para até R$ 3.230,46 na declaração de IR deste ano. Para despesas médicas, as deduções continuam sem limite máximo.

A entrega da declaração do Imposto de Renda 2014 poderá ser feita pela internet, com o programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), ou por meio de dispositivos móveis tablets e smartphones (m-IRPF).

Fonte: Pollyana Carvalho