77 mil podem ter desconto na conta de energia no Piauí

77 mil podem ter desconto na conta de energia no Piauí

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um desconto na conta de luz, destinado às famílias inscritas no Cadastro Único com renda de até meio salário.

No Piauí, 77.042 famílias podem solicitar entrada imediata no sistema de Tarifa Social de Energia Elétrica. Para contar com esse benefício, essas pessoas devem ir a qualquer agência de atendimento da Eletrobras e conseguir o benefício na fatura seguinte. O programa é voltado para pessoas de baixa renda.

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um desconto na conta de luz, destinado às famílias inscritas no Cadastro Único com renda de até meio salário mínimo per capita ou que tenham algum componente inscrito no Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC). O desconto concedido varia de acordo com consumo de energia.

Até 30 Kwh, o desconto é 65%, de 31 KWh a 100 KWh é de 40% e de 101 KWh a 220 KWh será descontado 10% da conta de energia elétrica.

O programa também beneficia as famílias inscritas no Cadastro que possuem renda mensal de até três salários mínimos e que possuam em sua residência pessoas em tratamento de saúde que necessitem da utilização de aparelhos com elevado consumo de energia. As famílias indígenas e quilombolas que estão inscritas no Cadastro Único e possuem renda per capita de até meio salário também terão direito ao desconto de 100% na conta de energia elétrica, até o limite de consumo de 50 KWh/mês.

Essas mais de 77 mil pessoas aptas a serem beneficiadas com o programa são famílias que atendem a esse perfil de cobertura do Tarifa Social de Energia Elétrica, mas que ainda não solicitaram o desconto na conta junto à concessionária local. ?Para solicitar o benefício é muito fácil, simples e rápido. É só ir a uma das nossas unidades, em qualquer local do estado, cm o NIS, carteira de identidade, CPF e a conta de luz. A pessoa é cadastrada e já passa a contar com benefício, disse Rosângela Maria Moreira, do departamento comercial da Eletrobrás.

Segundo Rosângela, o número de pessoas que podem ser beneficiadas é bem maior do que os oficiais. O problema, segundo ela, é que as pessoas que poderiam ter o NIS, pré-requisito para receber o benefício, é bem maior do que aqueles que já o tem. ?As pessoas, não sei se por descuido ou falta de conhecimento sobre o programa, acabam não retirando o seu NIS e assim não podem contar com o Tarifa Social de Energia Elétrica. Para essas pessoas, a dica é que elas se dirijam à prefeitura de sua cidade e tire seu NIS e depois disso passe a poder contar com o programa?, finalizou.

Fonte: Pollyanna Carvalho