Mercado aumenta a previsão de inflação e reduz para PIB e Selic

A estimativa do IPCA para este ano passou de 6,31% na semana passada para 6,38% nesta semana.

O mercado elevou a previsão para a inflação oficial --o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo)-- para este ano e para 2012 e reduziu a estimativa para crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), segundo o boletim Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (5).



A estimativa do IPCA para este ano passou de 6,31% na semana passada para 6,38% nesta semana. Para 2012, o percentual subiu de 5,20% na semana passada para 5,32% nesta semana.

Já a projeção para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) registrou recuo pela quinta semana consecutiva passando de 3,79%, na semana passada, para 3,67% hoje na previsão para 2011. Já a expectativa para 2012 foi reduzida de 3,90% para 3,84% (segunda semana de queda).

A previsão para a taxa básica de juros, a Selic, também foi reduzida para 2011, após três semanas de estabilidade em 12,50% passou nesta semana para 12,38%. Para 2012, foi reduzida de 12,38% na semana passada para 11,88%.

O preço do dólar permaneceu inalterado em R$ 1,60 para este ano e R$ 1,65, para 2012.

Na semana passada, o Copom (Comitê de Política Monetária) surpreendeu o mercado com um corte de 0,5 ponto percentual na taxa Selic, que hoje está em 12%. Na sexta-feira, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou um crescimento do PIB de 0,8%, ante alta de 1,2% no primeiro trimestre.

O boletim Focus é elaborado pelo BC a partir de consultas feitas a uma centena de instituições financeiras. Ele expressa, semanalmente, como o mercado percebe o comportamento da economia.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br