Mercado de hortaliças demonstra força e movimenta R$ 500 milhões

Mercado de hortaliças demonstra força e movimenta R$ 500 milhões

Setor de plantio de legumes e folhas movimenta emprega até 30 mil pessoas só no Distrito Federal

Cultivar legumes e folhosas é uma das atividades mais lucrativas do Distrito Federal. A olericultura rende uma média de R$ 500 milhões anuais aos agricultores da capital do país. Além disso, é a atividade responsável por gerar mais emprego diretos no setor agropecuário. É com esse tipo de plantio que aproximadamente 30 mil pessoas conseguem se sustentar ao tirar proveito da terra.

Boa parte dos legumes e verduras que chegam à mesa dos brasilienses foi cultivada por agricultores familiares. Atualmente, cerca de 85% desses trabalhadores estão à frente dessa vertente. Por ano, o DF lucra com 7 mil hectares de plantio de mais de 40 espécies de hortaliças. O que se cultiva é suficiente para abastecer toda a população, segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF).

É em uma chácara do Núcleo Rural Taquara, em Planaltina, que, desde 1992, o agricultor familiar Maurício Severino de Rezende, 56 anos, mantém plantações de legumes em parte dos 20 hectares de sua propriedade. Os pimentões são armazenados em 70 estufas, em um total de 350 m² de extensão. Por recinto, é possível coletar 700 caixas, cada uma com 10kg. Os depósitos são vendidos por Maurício de R$ 10 a R$ 12 a unidade. ?Eu viso mais o pimentão, porque o mercado é grande para esse produto?, explicou o goiano de Orizona. Para isso, ele diz que usa a melhor tecnologia, como irrigação por gotejamento.

Fonte: Correio Braziliense