Mercado espera inflação de 5,15% em 2010

Previsões para PIB, câmbio e juros ficaram inalteradas.

A mediana das expectativas do mercado para a inflação oficial aumentou mais uma vez. Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (11) pelo Banco Central (BC) trouxe o prognóstico de alta de 5,15% para o IPCA neste ano, superior aos 5,07% contemplados no documento anterior.

A estimativa para o indicador em 2011 também foi elevada, de 4,92% para 4,98%.

O mercado estima que a Selic encerre 2010 no patamar atual de 10,75% ao ano e termine 2011 em 11,75%. Para o crescimento da economia brasileira, as estimativas foram mantidas em 7,55% neste ano e 4,5% no próximo.

As projeções para a taxa de câmbio também não foram alteradas. As instituições financeiras consultadas pelo BC estimam dólar a R$ 1,75 no final deste ano e R$ 1,80 no próximo.

Na sexta-feira, a moeda norte-americana caiu para R$ 1,667, renovando o menor patamar de fechamento desde o início de setembro de 2008.

Para o IGP-DI em 2010, os analistas consultados pela autoridade monetária preveem incremento de 9,64%, em vez dos 9,38% contidos no relatório antecedente. Também foram ampliadas as expectativas para o IGP-M, de 9,45% para 9,57%, e do IPC-Fipe, de 5% para 5,24%.

Quanto a 2011, ficaram inalteradas as estimativas para o IGP-DI, IGP-M e IPC-Fipe, em 5,08%, 5,07% e 4,63%, respectivamente.

Em outubro, o IPCA deve subir 0,50%, o IGP-DI deve aumentar 0,60% e o IGP-M deve avançar 0,70%. O IPC-Fipe deve marcar inflação de 0,41%. Todas essas projeções sofreram revisão para cima.

Fonte: g1, www.g1.com.br