Mesmo com crise econômica, aumenta consumo do brasileiro

O aumento diz respeito especialmente a bens duráveis

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada na edição da Folha de S.Paulo neste domingo mostra que o Brasil atingiu níveis inéditos de consumo entre setembro de 2008 e setembro de 2009, apesar da crise econômica internacional. Segundo o jornal, o aumento diz respeito especialmente a bens duráveis, que tiveram aumento em 9 dos 13 itens analisados.

Entre os aumentos, segundo a pesquisa, o percentual dos entrevistados que possuem carro passou de 34% para 36%, assim como o percentual de donos de máquina de lavar subiu de 59% para 65%. Segundo o levantamento, houve uma estagnação nas transições entre classes, refreando o aumento da classe C, pois o percentual diminuiu de 51% para 50%. A classe que mais cresceu foi a B (média-alta), de 23% para 26%.

A pesquisa também aponta diferenças regionais, com maior mobilidade social no Centro-Oeste e no Norte em relação ao Sul. Segundo especialistas consultados pelo jornal, a expansão dos salários nos últimos anos e a queda no desemprego ocasionaram essas mudanças estruturais que estabilizaram o consumo, apesar da crise.

Fonte: Terra, www.terra.com.br