Mesmo com mudança, nova poupança ainda é a favorita no Brasil

Mesmo com mudança, nova poupança ainda é a favorita no Brasil

Em maio, a poupança registrou um saldo positivo quase 50% maior do que o registrado no mesmo mês de 2011.

Mesmo com o anúncio das mudanças no rendimento da poupança, os brasileiros não abriram mão de investir na caderneta.

Em maio, a poupança registrou um saldo positivo quase 50% maior do que o registrado no mesmo mês de 2011.

Entre 4 de maio (dia em que as novas regras passaram a valer) e 22 de maio, a poupança recebeu R$ 62,4 bilhões em depósitos.

O volume de saque, por sua vez, foi de R$ 60,5 bilhões. A diferença entre os dois resultou em um saldo positivo de R$ 1,94 bilhão.

Em 2011, a diferença entre depósitos e saques, contando maio inteiro, foi de R$ 1,30 bilhão.

No acumulado de 2012 (até 22 de maio), o saldo da poupança é pouco maior do que R$ 5,71 bilhões.

"A poupança vai crescer ainda mais. Quando o brasileiro compara a rentabilidade da caderneta com os fundos de investimento, ela ganha. É um produto com o melhor retorno possível", diz o economista José Vieira Dutra Sobrinho.

Fonte: Agora São Paulo