Mineradora de Eike Batista tem prejuízo de mais de R$ 19 milhões

Em 2011, os papéis da empresa caíram 40,61%.

A empresa mineradora MMX (MMXM3.SA), de Eike Batista, fechou 2011 com um prejuízo de R$ 19,2 milhões, apesar de ter apresentado bons resultados no último trimestre do ano.



A MMX registrou lucro líquido de R$ 69,2 milhões de reais no quarto trimestre de 2011, mas o resultado do final do ano não foi suficiente para reverter os resultados negativos dos meses anteriores. No terceiro trimestre, a empresa registrou prejuízo líquido de R$ 243,2 milhões.

Em 2011, os papéis da empresa caíram 40,61%, mais do que o dobro da Bovespa, que teve perdas de 18,11% naquele ano, segundo levantamento da consultoria Economatica. Neste ano, as ações da empresa acumularam alta de 34,18% até o dia 23 de março.

A MMX informou ainda que teve receita líquida de R$ 1 bilhão em 2011, também considerado recorde, e vendas de minério de ferro com queda de 8% no quarto trimestre, para 1,9 milhões de toneladas, contra um ano antes. A companhia havia lucrado R$ 46,6 milhões em 2010.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no quarto trimestre ficou em R$ 20,4 milhões, o que corresponde a uma redução de 59% em relação à comparação anual.

Já no ano, a empresa elevou o Ebitda em 40%, para R$ 187,5 milhões, valor considerado recorde pela empresa.

Fonte: UOL