Ministro Guido Mantega vai recomendar veto a reajuste dos aposentados acima de 6,14%

Ministro Guido Mantega vai recomendar veto a reajuste dos aposentados acima de 6,14%

Ministro falou ao chegar para a CPI da dívida pública na Câmara dos Deputados

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quarta-feira (14) que vai recomendar ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva o veto a reajuste dos aposentados acima de 6,14%.

De acordo com o ministro Guido Mantega, o governo apresentou proposta para manter reajuste de 6,14%, o que dá um ganho real aos aposentados que recebem mais de dois salários mínimos.

- Vamos recomendar o veto ao presidente se o reajuste for maior - disse o ministro, ao chegar para a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da dívida pública na Câmara.

Sem perspectiva de acordo, líderes dos partidos aliados do governo admitem que a votação de reajuste dos benefícios aos aposentados que recebem mais que um salário mínimo deve ficar para a última semana de abril. O motivo seria o feriado de Tiradentes, no dia 21 de abril.

Há um impasse na negociação feita na Câmara, entre um reajuste de 7% e 7,71%. O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou que o governo chegou ao limite e que não poderá conceder um aumento.

Na tarde de terça-feira (13), o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, foi mais incisivo ao afirmar que o presidente Lula deverá vetar um eventual aumento superior aos 6,14% acertados pelo governo com as centrais sindicais.

Fonte: r7