Morre aos 70 anos Padoa Schiopa, um dos pais do euro

O ex-ministro italiano da economia Tommaso Padoa

O ex-ministro italiano da Economia Tommaso Padoa Schioppa, considerado um dos pais fundadores do euro, que assessorava há alguns meses o governo grego, faleceu no sábado vítima de uma parada cardíaca.

Padoa Schioppa, 70 anos, participava em um jantar em um palácio do centro histórico de Roma com quase 100 amigos quando sofreu a parada cardíaca. Ele foi levado para um hospital, mas faleceu poucos minutos depois.

Considerado um dos melhores economistas italianos, assessorava o governo do primeiro-ministro grego George Papandreou para ajudar a superar a crise do euro. Recentemente entrou para o conselho de administração do grupo Fiat.



Padoa Schioppa trabalhou no Banco da Itália e foi diretor geral para Economia e Finanças da União Europeia. Também fez parte da diretoria do Banco Central Europeu (BCE) e foi ministro italiano da Economia e das Finanças.

Fonte: Terra, www.terra.com.br