Móveis, eletroeletrônicos e informática puxam alta de 1,3%

Consumo dos brasileiros foi estimulado pelas reduções das taxas de juros.

O segundo semestre começou favorável para o comércio, que apresentou alta de 1,3% em julho, conforme divulgou a Serasa Experian nesta sexta-feira (3).

As compras de móveis, eletroeletrônicos e produtos de informática foram as que mais contribuíram para a recuperação da atividade varejista que, em junho, havia registrado queda de 0,1%. Este setor apresentou crescimento de 2% em julho.

O desempenho do mês foi 11,3% superior ao de julho do ano passado. No acumulado do ano (de janeiro a julho), o comércio avançou 8,1% em relação ao mesmo período de 2011.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado (julho/11), o crescimento da atividade varejista foi de 11,3%, a maior alta neste critério de comparação desde dezembro de 2010. Com este resultado, o varejo acumulou alta de 8,1% de janeiro a julho de 2012 frente ao mesmo período do ano passado.

Segundo os economistas da Serasa Experian, os brasileiros foram às compras motivados pelas reduções dos juros cobrados nas linhas de crédito, o recuo gradual do calote e a manutenção de patamares baixos da taxa de desemprego. Esse cenário criou condições para que o orçamento das famílias tivesse folga para o consumo.

O setor supermercadista e de alimentos e bebidas também teve avanço em julho, de 1%. As lojas de material de construção e o comércio de combustíveis e lubrificantes tiveram altas de 0,6% em sétimo mês do ano.

Por outro lado, roupas, calçados e acessórios tiveram recuo de 0,5%. As vendas de veículos, motos e peças também diminuíram e o setor apresentou baixa de 0,1%.

Fonte: r7