Movimento quer PIB do Nordeste cresça de 13% à 70% em 20 anos

Movimento quer PIB do Nordeste cresça de 13% à 70% em 20 anos

O movimento Integra Brasil - Fórum Nordeste no Brasil e no Mundo, que busca o desenvolvimento da região, pretende aumentar de 13% para 70%

A contribuição do Produto Interno Bruto do Nordeste para o PIB nacional hoje é de apenas 13%, enquanto o Sudeste chega a cerca de 55%. Os dados estão entre os motivadores do movimento Integra Brasil - Fórum Nordeste no Brasil e no Mundo, que busca o desenvolvimento da região. Na última segunda-feira (20) ele chegou ao Rio de Janeiro, com o workshop ?O Nordeste visto de Fora?.

Esse faz parte de mais um dos eventos realizados pelo movimento. Após passar por todos os estado nordestinos, chegou ao Rio de Janeiro, com o objetivo de ter a percepção de como a região é vista de fora, sobretudo nas regiões mais desenvolvidas como o Sudeste do Brasil. O Integra Brasil busca reunir um conjunto de soluções que sirvam de instrumento para a mobilização social e a negociação política voltada para viabilizar a redução das disparidades regionais no Brasil. Tais soluções comporão um projeto estratégico de desenvolvimento e transformação que terá como foco um conjunto de objetivos e ações integradas, construídas a partir de avaliações de experiências históricas, da situação atual e das possibilidades de crescimento do Nordeste.

A coordenadora do movimento, Nicolle Barbosa, explica que essa condição de subdesenvolvimento da região em relação ao Sul e Sudeste já vem de longos anos e que é preciso mais envolvimento de todas as entidades e setores dos estados para tentar reverter essa situação. ?Há alguns anos, a participação do PIB do Nordeste no PIB nacional era bastante baixa e hoje não está diferente, nós continuamos com menos de 50% do PIB nacional, mas queremos chegar ao patamar de 70% em 20 anos?, afirmou.

No entanto, segundo o secretário nacional de Políticas Regionais do Ministério da Integração Nacional (MI), Sérgio de Castro, se continuar crescendo nesse ritmo, a previsão é que o Nordeste chegue a 75% do PIB nacional apenas em 2074. ?Nós não podemos esperar tanto. Nós precisamos chegar a esse patamar em dez anos e isso será impulsionado e muito com investimentos em infraestrutura?, disse.

O vice-presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Wagner Bittencourt, afirmou que o Nordeste tem um grande potencial de desenvolvimento e que o BNDES tem grande interesse em continuar investindo na região pelos próximos anos. Em 2001, o banco investia cerca de R$ 3 bilhões na região e em 2012 esse número saltou para R$ 21 bilhões. ?Precisamos levar mais investimentos ao Nordeste. Nós já financiamos várias empresas na região e estamos abertos a continuar investindo. O BNDES tem todo o interesse e faz todo o esforço para investir nessa região.

Hoje existem boas propostas e grandes possibilidades de desenvolvimento nesse local?, disse.

Fonte: Pollyana Carvalho