Mulheres endividadas quitam contas antes dos homens, diz CNDL

Mulheres endividadas quitam contas antes dos homens, diz CNDL

O levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas

Quem não resiste aos apelos do consumo, com tudo novinho e casa equipada? E na hora de pagar? Quem quita as dívidas primeiramente? Uma pesquisa mostrou que são as mulheres. Elas compram mais e têm pressa de pagar. As mulheres compram mais e se endividam mais. Mas também são elas que se livram rapidinho das dívidas.

A pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas mostrou outros detalhes sobre os devedores. Mais de 30% deles, por exemplo, levam mais de um ano para pagar as contas em atraso. Não é difícil entender o porquê das dívidas. Quase sempre quem deixa de pagar as contas é porque ou perdeu o emprego ou perdeu o controle dos gastos.

Com sacolas e mais sacolas, como se faz depois para pagar? ?Sempre prorrogando um pouquinho mais para poder ver se dá para pagar?, comenta um jovem.

Do total de brasileiros com nome sujo no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), 33,31% demoraram mais de um ano para se livrar da dívida e 15, 14% ficaram até dois anos inadimplentes.

?Com o crescimento da renda, as pessoas se empolgam às vezes sem avaliar as consequências das compras. Depois fica um pouco mais difícil se equilibrar?, aponta o professor José Ivan.

O levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas também revelou que a maioria dos devedores tem entre 30 e 39 anos. ?Eu mesmo agora estou com um problema também com um credor. Estou tentando renegociar a dívida com ele para tentar pagar juros menores, porque meu salário é muito suado para ficar gastando à toa?, conta o analista de sistemas Bruno Veiga.

As mulheres se endividam mais do que os homens, mas também são as primeiras a quitar o débito. ?A gente compra mais, mas acho que a gente paga mais rapidamente para poder comprar mais também?, acredita a aposentada Daniele Negrão.

Economistas alertam: o pior negócio é pagar juros. A aposentada Ana Pereira já sabe disso. ?Eu acho o seguinte: se eu não posso pagar, não posso comprar. Não deixo para amanhã, porque aí vira uma bola de neve. Realmente, é só à vista?, defende.

O crédito está mais caro. Fazer compras no supermercado e abastecer o carro ? esses gastos básicos também aumentaram. O momento é de refazer as contas. A dica é do economista e professor de educação financeira Nilton Marques. Ele diz que a inflação agora é um problema. Se antes já era bom fazer um planejamento das despesas, agora então...

?Tem necessidade de comprar aquele bem? Tem dinheiro? Fez o planejamento financeiro? Tem de ser naquele momento??, indaga o economista.

O governo quer frear o consumo para tentar segurar a inflação, já que as expectativas com relação aos índices de preços não são nada boas.

Fonte: g1, www.g1.com.br