"Não há nenhum risco de ter pane nos celulares na Copa", afirmou Eduardo

Esse atraso pode comprometer não apenas a mobilidade dos torcedores, mas o uso dos telefones celulares nos locais dos jogos.

A poucos dias do início da Copa do Mundo de futebol, alguns estádios ainda passam por ajustes na infraestrutura. Esse atraso pode comprometer não apenas a mobilidade dos torcedores, mas o uso dos telefones celulares nos locais dos jogos. Na Arena Corinthians, em São Paulo, e na Arena da Baixada, em Curitiba, as operadoras de telefonia tiveram menos de 60 dias para instalar todos os equipamentos e realizar os testes - o ideal seriam 150 dias antes do evento.

É bem provável que nesses locais o envio de mensagens de texto, fotos e vídeos das partidas fique prejudicado. Além desse fator técnico, haverá o congestionamento nas redes devido ao grande volume de dados sendo trocados durante as partidas de futebol.

Mesmo com todos esses entraves, o diretor executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), Eduardo Levy, afirma que não há risco de panes nos serviços de voz e dados.

Fonte: Veja