Net planeja dobrar número de cidades atendidas até 2013

Net planeja dobrar número de cidades atendidas até 2013

Empresa prevê investir R$ 2,7 bi neste ano, aumento de quase 60%

Presente em 93 cidades, a operadora de TV por assinatura Net planeja dobrar sua atuação alcançando 200 cidades até o fim de 2013, segundo informou a empresa nesta terça-feira (31). Para isso, a NET planeja investir neste ano R$ 2,7 bilhões, aumento de 58,8% em relação ao ano passado.

De acordo com a empresa, a legislação que facilita a entrada em novas cidades e a valorização do dólar farão os investimentos da Net aumentarem quase 60% este ano, em relação ao ano passado.

Segundo o presidente da Net Serviços, José Antonio Félix, a valorização do dólar em relação ao real está dificultando os investimentos e explica, pelo menos em parte, o aumento de investimentos de R$ 1,7 bilhão no ano passado para os R$ 2,7 bilhões previstos neste ano.

?Boa parte das nossas componentes de custo não está em moeda local, as receitas entram em real, mas investimentos e despesas são em dólar?, disse Félix.

Hoje com pacotes a partir de R$ 39,90 só com TV e R$ 49,90 o combo (com banda larga e telefone), a empresa diz que não há espaço para maiores reduções. ?Os combos mudaram a forma de o consumidor perceber o dinheiro gasto com serviços de TV, mas nosso nível de preço está chegando ao limite?, diz Félix.

A empresa disse também que a expansão do número de cidades atendidas será possível por conta da aprovação da lei de serviço de acesso condicionado (12.485/11), que retira a exigência de se ter uma concessão para cada município a ser alcançado. Segundo a empresa, a ampliação do serviço vai cobrir primeiro as cidades de mais alta densidade.

Pacotes sob demanda

A Net também lançou nesta terça os primeiros pacotes do serviço sob demanda Now, que estarão disponíveis a partir de 30 de agosto. São serviços de assinatura com pacotes sob demanda com temas específicos.

A empresa também vai lançar um serviço de gravação de conteúdo em disco externo, a partir de setembro. Com ele, o assinante vai pagar uma assinatura e poder gravar a programação em um disco externo ao decodificador da Net.

Fonte: G1