Nove bancos são assumidos pelo governo em apenas um dia nos Estados Unidos

A maior instituição financeira a quebrar durante a crise foi o Washington Mutual, que possuía US$ 307 bilhões

Autoridades norte-americanas assumiram nove bancos falidos na sexta-feira, a maior quantidade em um único dia desde o início da crise financeira e o sinal mais recente de que importantes setores da indústria bancária do país estão sendo afetados por empréstimos ruins. A medida elevou o número total de bancos quebrados em 2009 a 115, o nível mais alto desde 1992, e analistas esperam que este número aumente. Entre os bancos assumidos na sexta-feira está o California National Bank, baseado em Los Angeles, a quarta maior quebra bancária do ano.

A maior instituição financeira a quebrar durante a crise foi o Washington Mutual, que possuía US$ 307 bilhões em ativos quando foi fechado em setembro de 2008. O U.S Bancorp adquiriu na sexta-feira os nove bancos que eram de propriedade da FBOP Corp, recebendo US$ 18,4 bilhões em ativos e US$ 15,4 bilhões em depósitos.

Funcionários visivelmente preocupados formavam uma fila no escritório central do California National, no coração de um centro de Los Angeles deserto em uma fria tarde de sexta-feira, onde o futuro foi explicado aos empregados, disseram reguladores. "Estamos nos preparando para entregar tudo ao U.S. Bank", afirmou Roberta Valdez, uma porta-voz da Corporação Federal de Seguros de Depósitos, que ajudou a supervisionar a transferência de ativos da FBOP.

O U.S. Bancorp -que tem adquirido ativos difíceis este ano- está recebendo os financiadores que eram da FBOP, um grupo privado de Illinois com mais de US$ 18 bilhões em ativos e que possui bancos no Texas, em Illinois, no Arizona e na Califórnia. O California National é o maior banco do FBOP em agências. Outros que agora passaram ao grupo do U.S. Bancorp incluem Bank USA, Citizens National Bank, Madisonville State Bank, North Houston Bank, Pacific National Bank, Park National Bank, San Diego National Bank, e o Community Bank of Lemont.

"Esta transação é consistente com a estratégia de crescimento que delineamos muitas vezes no passado, que inclui melhorar nossas franquias existentes mediante de aquisições de pouco risco no mercado", disse Rick Hartnack, vice-presidente de bancos de consumo da U.S. Bancorp.

Fonte: Terra, www.terra.com.br