Número de empresas falidas é o menor desde 2005, afirma Serasa

Ao todo, houve 33 decretos em todo o país no primeiro mês do ano.

A quantidade de falências decretadas em janeiro deste ano foi a menor para o mês desde 2005, ano em que foi editada a nova Lei de Falências, aponta nesta segunda-feira (6) a Serasa Experian.

Ao todo, houve 33 decretos em todo o país no primeiro mês do ano, de acordo com o indicador Serasa Experian de falências e recuperações - 29 foram de micro e pequenas empresas, 3 de médias e 1 de grande.

Em janeiro de 2011, o levantamento havia registrado 41 falências decretadas.

As falências requeridas, por sua vez, somaram 124 registros em janeiro de 2012, voltando ao patamar verificado em igual mês de 2009. Dos requerimentos, 70 foram feitos por micro e pequenas empresas, 31 por médias e 23 por grandes.

Em janeiro de 2011 houve 131 requerimentos de falências, um a menos que os 132 obtidos no primeiro mês de 2010.

Para os economistas da Serasa, a situação das empresas brasileiras está melhorando gradualmente. ?Os juros mais baixos, a queda da inflação, a perda de fôlego da inadimplência de empresas e consumidores e os estímulos ao consumo já determinam uma atividade econômica em crescimento?, avaliam, em nota. ?Assim, as empresas vendem mais, geram caixa e conseguem pagar suas dívidas.?

Os economistas dizem, por outro lado, que a evolução das recuperações judiciais requeridas mostra que ainda há negócios com dificuldades, que são principalmente segmentos ou setores não ligados ao consumo, o que acontece com empresas de todos os portes.

Fonte: G1