OCDE vê queda de até 1,9% no PIB da AL

A contração do PIB latino-americano pode parecer moderada se comparada à queda esperada de 3,5% no PIB

 A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) afirmou hoje que espera que o Produto Interno Bruto (PIB) na América Latina sofra contração de 1,5% a 1,9% em 2009. A previsão foi feita durante apresentação de relatório sobre perspectivas para a região no próximo ano, no fórum Ibero-americano que começou ontem em Estoril, Portugal. O Brasil não faz parte da OCDE.

A contração do PIB latino-americano pode parecer moderada se comparada à queda esperada de 3,5% no PIB dos países da OCDE, mas ainda é preocupante se comparada ao cenário de crescimento para a América Latina antes da crise econômica, disse o secretário-geral da OCDE, Angle Gurria. "2010 será decisivo para a América Latina", afirmou Gurria. "Será o ano da recuperação e as decisões tomadas durante essa fase formarão o futuro destes países", acrescentou. As informações são da Dow Jones.

Fonte: g1, www.g1.com.br