Opep eleva previsão de demanda por petróleo em 2011

Para Opep, produtor deve ser flexível em decisões nos próximos meses.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) informou que a demanda por petróleo neste ano será maior que a esperada anteriormente. A reavaliação pode alimentar ainda mais a pressão para que os produtores aumentem o limite de produção.

Em seu relatório mensal, a Opep disse que os produtores deveriam ser flexíveis em suas decisões nos próximos meses, argumentando que os preços do petróleo bruto perto de US$ 100 por barril ameaçam prejudicar a recuperação econômica global. No entanto, a Opep observou que os altos preços do petróleo refletem fatores que não são relacionados à oferta e à demanda, como o aumento da especulação.

200 mil barris por dia em 2011

No relatório, a Opep aumentou a previsão para a demanda por petróleo produzido pelos países membros do grupo em 200 mil barris por dia em 2011. A nova estimativa foi parcialmente resultado do aumento na projeção para a demanda mundial por petróleo em 50 mil barris, gerada pela recuperação global. Os membros da Opep já começaram a ampliar a oferta para atender à crescente demanda de mercados emergentes, como a China. Em dezembro, os membros elevaram a produção em 130 mil barris por dia, informou a Opep.

Os novos fluxos de exportação ocorrem apesar da decisão da Opep, no mês passado, de manter o limite de produção formal em 4,2 milhões de barris por dia. Consumidores como a Agência Internacional de Energia (AIE) dizem que ampliar formalmente a cota de produção dos países da Opep ajudaria a controlar a alta nos preços do petróleo. As informações são da Dow Jones.

Fonte: g1, www.g1.com.br