Pais gastarão R$ 50 em média com presente

Um dos fatores que motivam o aumento das vendas neste Dias das Crianças é o dólar baixo.

O presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pellizzaro Junior, afirmou nesta quinta-feira que é grande a expectativa para as vendas para os Dias das Crianças, comemorado na próxima terça-feira, 12 de outubro. A previsão da CNDL é que a quantidade de vendas suba 8,5% em todo o País, atingindo o melhor nível de vendas dos últimos cinco anos.

"Os pais vão gastar, em média, R$ 50 com o presente das crianças. O valor é igual ao do ano passado, mas esperamos um volume bem maior de vendas. O avanço da classe média faz com que o valor médio gasto com presente venha crescendo e a tal da lembrancinha fica só para o dia dos namorados daquele sujeito que já está terminando o namoro", brincou.

Segundo Pellizzaro, um dos fatores que motivam o aumento das vendas neste Dias das Crianças é o dólar baixo, o que favorece a venda de brinquedos importados. "O dólar baixo, sem dúvida, aumenta as vendas no Dia das Crianças porque a fatia dos importados é muito grande. Por isso, esse produto mais barato proporciona um acesso mais fácil aos brinquedos", afirmou.

Para o presidente da CNDL, outros fatores que motivaram o aumento da expectativa pelas vendas no Dia das Crianças é o crescimento da oferta de crédito, do emprego e da renda.

Fonte: Terra