Pão de Açúcar anuncia acordo de fusão com as Casas Bahia

Operação consolida o Pão de Açúcar na liderança do varejo nacional

Pão de Açúcar faz acordo para compra das Casas Bahia, diz jornal Pátria vende Casa do Pão de Queijo por R$ 70 milhões Hypermarcas celebra contrato de aquisição de preservativos Olla Erro em site do Ponto Frio eleva preço de computador para R$ 100 mil Balanço mostra que lucro do Pão de Açucar cresceu 2,5 vezes

--------------------------------------------------------------------------------

O Grupo Pão de Açúcar anunciou nesta sexta-feira (4) ter fechado um acordo de fusão com as Casas Bahia. Segundo comunicado divulgado ao mercado, o contrato "visa a integração dos seus negócios no setor de varejo e de comércio eletrônico". A associação vai unir as operações do Ponto Frio (Globex), das Casas Bahia e do Extra Eletro (Grupo Pão de Açúcar) em uma única e nova sociedade.

A decisão ainda precisa ser aprovada em assembleia dos acionistas e também pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Com a aquisição, o Pão de Açúcar se consolida na liderança do varejo brasileiro. O grupo tem participação da rede varejista francesa Casino na sociedade.

O valor da aquisição não havia sido divulgado até por volta das 11h30. Mais detalhes sobre a operação serão divulgados pelo presidente do conselho de aministração do Pão de Açúcar, Abílio Diniz, e pelo dono das Casas Bahia, Samuel Klein, em entrevista marcada para a manhã desta sexta.

40 bilhões

De acordo com a nota, a empresa resultante da operação terá 1.582 lojas, em 337 municípios, incluindo super e hipermercados. As unidades estão em 18 estados e no Distrito Federal. O faturamento anualizado da Companhia (2008) com Ponto Frio e Casas Bahia está ao redor de R$ 40 bilhões.

Em junho deste ano, o Pão de Açúcar anunciou a compra da rede de varejo de eletrônicos e eletrodomésticos Ponto Frio, por R$ 824,5 milhões, retomando a liderança do varejo brasileiro, que havia sido perdida para o grupo francês.

Empresas

Aos 57 anos, as Casas Bahia têm cerca de 500 lojas em 11 estados do país. No ano passado, a empresa teve um faturamento de R$ 13,7 bilhões. Em fevereiro, acuada pelo avanço de outros varejistas, a rede lançou seu site de vendas pela internet, com um investimento de R$ 3,7 milhões.

Em 2008, o Grupo Pão de Açúcar registrou vendas brutas de R$ 20,9 bilhões, em suas 597 lojas, em 14 estados e no Distrito Federal. Com a compra do Ponto Frio, o número de lojas alcançou 1.055 e as vendas anuais chegaram a R$ 26 bilhões, em dados de junho.

No terceiro trimestre, o lucro consolidado do Pão de Açúcar foi duas vezes e meia maior que o obtido um ano antes, de R$ 171 milhões no terceiro trimestre, apoiado em aumento nas vendas e contenção de despesas.

As vendas líquidas sob o conceito "mesmas lojas", que incluem apenas as lojas com no mínimo 12 meses de operação e por isso excluem as operações do Ponto Frio, subiram 12,9%. O faturamento sem incluir aquisição somou R$ 5,07 bilhões, ante R$ 4,40 bilhões no terceiro trimestre de 2008. Incluindo o Ponto Frio, a receita líquida foi de R$ 6,15 bilhões nos três meses encerrados em setembro.

Além das lojas do Pão de Açúcar e Ponto Frio, o grupo também detém as bandeiras Comprebem, Sendas, Extra e Assaí.

Fonte: AE