Passagens de ano-novo já custam mais de R$ 5 mil reais por trecho

Passagens de ano-novo já custam mais de R$ 5 mil reais por trecho

Em vários casos, como Fortaleza e Salvador, preços já superam as tarifas para Paris e Nova York. Empresas alegam que alta do dólar pesa nos custos

As companhias aéreas costumam alardear que compras antecipadas de passagens aéreas cabem mais facilmente no bolso dos consumidores. Mas quando se trata de Natal e de ano-novo, a regra não se aplica. Pesquisa feita pelo Correio, nos sites da principais empresas, mostra que as tarifas domésticas estão subindo a uma velocidade impressionante e, em vários casos, já estão fora do orçamento do brasileiros, quase cinco meses antes das festas de fim de ano. Uma viagem de ida e volta de Brasília para São Paulo ou para Salvador pode ultrapassar os R$ 5 mil por pessoa. Mais caro que para Paris (R$ 3,7 mil), Madri (R$ 4,4 mil) e Buenos Aires (R$ 1,5 mil), em igual período. O passageiro, no máximo pelo mesmo preço, pode escolher passar o Natal em Nova York (R$ 3,6 mil a R$ 5 mil) ou a virada do ano em Londres

(R$ 1,9 mil a R$ 5,2 mil).

Quem se apressar ainda consegue encontrar preços mais acessíveis. Mas é importante destacar: há vários trechos esgotados. E, dos que estão disponíveis, o viajante passará horas e horas dentro do avião ou nos aeroportos onde há conexões. O bancário Claudiosmar de Souza, 32 anos, ainda não decidiu se o Natal será com a família no Rio de Janeiro, como se tornou tradição. ?Está tudo muito caro?, lamentou. Se não surgirem promoções, disse, o jeito é não viajar. ?De ônibus é muito cansativo?, afirmou, ao analisar se enfrenta 19 horas até a Cidade Maravilhosa e o mesmo tempo de retorno para Brasília.

Para o casal Rosângela, 47, e Jorge Freitas, 45, a ida rotineira à casa de parentes em Fortaleza, no Natal, também é um ponto de interrogação. Em 2012, ela sentiu o peso no bolso quando passou as férias de fim de ano com os avós. ?Pagamos R$ 2,5 mil para ir e voltar. Neste ano, há bilhete por mais de R$ 5 mil?, disse. Os planos de se esbaldarem nas praias do Rio podem ser frustrados para as amigas Luciléia Guimarães, 23, e Lúcia Costa, 27.

?Há dois anos, combinamos o ano-novo em Copacabana, mas nunca dá certo?, contou Lúcia. Elas pensam em mudar a rota para o exterior. Encontraram uma passagem para Buenos Aires, na promoção, por R$ 1,2 mil. ?Vamos decidir. Não vale a pena nos endividarmos à toa?, disse.

Fonte: Correio Braziliense